top of page
telefone-medhealth-banner.png
Search

A importância de beber água no inverno


O inverno pode trazer muitas mudanças, desde as atividades que realizamos até os alimentos e bebidas que ingerimos.

A hidratação adequada é indispensável em todas as estações. Quando as temperaturas começam a diminuir, principalmente no sul e sudeste do Brasil, é possível que não precisemos da mesma quantidade de líquidos que precisávamos durante o clima mais quente. Essa percepção pode ser atribuída à menor transpiração e à menor sede. Mas os seres humanos sempre perdem líquidos através da respiração, da transpiração e da urina, mesmo nos climas frios.

Além de sentir sede, há outros indicadores que podem indicar ingestão inadequada de líquidos. Urina de cor escura, pele ou lábios secos, ou rachados, constipação, sensação de desmaio ou cansaço, pressão arterial baixa e diminuição do apetite são alguns dos sintomas. Se você tiver algum desses sintomas, talvez seja hora de beber mais água. Se os sintomas forem graves, consulte seu médico.

É importante comer e beber bastante água para manter nosso corpo aquecido o suficiente para manter uma temperatura corporal saudável. Pode não parecer que uma bebida refrescante o manterá aquecido, mas a ingestão adequada de líquidos é crucial para a capacidade do corpo de evitar temperaturas frias. É possível obter líquidos de diversos alimentos saudáveis ao invés de beber água. Sopas de caldo, frutas e legumes são alimentos que podem ajudar nosso corpo a obter fluidos suficientes. Uma opção saudável para bebidas frias é um copo de cidra de maçã quente, leite morno com baixo teor de gordura ou sem gordura, ou uma xícara de chá de ervas quente.

Nossas necessidades diárias de líquidos são normalmente atendidas por uma combinação de alimentos consumidos e ingestão de líquidos. A ingestão de líquidos pelo indivíduo é responsável por aproximadamente 20% de suas necessidades diárias, enquanto os 80% restantes são atendidos pelo consumo de líquidos. A recomendação geral para mulheres é de 11 xícaras de líquidos ao dia e 16 xícaras para homens. A necessidade de líquidos deve aumentar de 1 a 3 xícaras por hora durante a atividade física, dependendo do nível de intensidade. Os adultos mais velhos precisam de cuidados especiais para ingerir líquidos adequados, pois a sensação de sede e a capacidade de concentrar a urina diminui.

As necessidades de água das crianças aumentam com a idade. As crianças de 4 a 8 anos devem consumir pelo menos 7 xícaras de líquidos diários. Crianças de 9 a 13 anos devem consumir 9 xícaras de líquidos diários para meninas e 10 xícaras para meninos. Meninas adolescentes devem consumir pelo menos 10 xícaras de líquidos diariamente, e meninos adolescentes devem consumir pelo menos 14 xícaras. As necessidades de fluidos precisam ser aumentadas se houver perda de fluidos devido à prática de esportes, febre ou condição médica. Assim como nos adultos, certifique-se de que esses fluidos sejam de fontes saudáveis, sem adição de açúcares. As bebidas esportivas são recomendadas somente após uma perda significativa de líquidos devido à febre ou a exercícios vigorosos de mais de uma hora. O suco deve ser limitado a não mais do que uma xícara por dia. Manter as crianças hidratadas, mesmo nos meses de inverno, tornará as atividades ao ar livre, como andar de trenó, construir bonecos de neve e esperar o ônibus escolar, um pouco mais agradáveis, aumentando a capacidade de se manterem aquecidas e mantendo a pele e os lábios misturados, evitando rachaduras.

Pessoas saudáveis que consomem regularmente bebidas com cafeína, como chá e café, podem tomar até três xícaras por dia (300 mg de cafeína) sem efeitos colaterais significativos sobre a hidratação. O consumo de quantidades moderadas de café pode trazer alguns benefícios à saúde. Ele fornece antioxidantes ao corpo, sendo associado a um risco reduzido de doenças cardiovasculares, diabete tipo II e doença de Parkinson. A cafeína pode ter um efeito diurético em pessoas que não a consomem regularmente, embora o efeito não seja tão significativo em pessoas que consomem cafeína regularmente. Crianças e adolescentes, mulheres grávidas e idosos devem limitar o consumo de cafeína devido às suas propriedades estimulantes.

O álcool é um fluido que pode ser prejudicial à hidratação geral e aumentar a probabilidade de uma pessoa sofrer de hipotermia. O álcool atua como vasodilatador, o que faz com que a pele fique quente, mas diminui a temperatura dos órgãos vitais e pode reduzir a temperatura corporal central de uma pessoa. Por esse motivo, é importante estar atento à quantidade de álcool que consumimos e seus possíveis efeitos sobre nossa saúde durante os meses de inverno. O álcool não deve ser considerado parte da ingestão de líquidos (11 a 16 xícaras) para uma saúde ideal. Quer estejamos trabalhando ou desfrutando de outras atividades ao ar livre, é importante que nos mantenhamos aquecidos e hidratados nesta estação. Quando estamos em um ambiente fechado, talvez não percebamos o frio que está fazendo lá fora. É perceptível que o ar seco criado pelo calor aumenta a necessidade de água para manter a umidade adequada dos sistemas internos do corpo e da pele. Não importa onde você passe o seu tempo nesta estação, a hidratação adequada pode ajudar a manter o corpo aquecido e saudável.

E lembre-se: consulte seu médico de família regularmente, ele pode entender por completo sua rotina, ajudando em prevenção e melhoria da sua saúde.

Equipe de Saúde MedHealth

12 views0 comments
bottom of page