top of page
telefone-medhealth-banner.png
Search

DIA NACIONAL DE ALERTA CONTRA A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA


No dia 9 de julho, lembramos do DIA NACIONAL DE ALERTA CONTRA A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, data criada pela Sociedade Brasileira de Cardiologia em homenagem ao nascimento do pesquisador Carlos Chagas, cientista cardiovascular responsável pela descoberta da doença de Chagas. . O objetivo de lembrar este dia é alertar sobre os riscos e perigos causados pela insuficiência cardíaca, doença crônica que atinge o coração e não permite que o sangue seja bombeado corretamente. . Aproximadamente 3 milhões de brasileiros convivem com Insuficiência Cardíaca e um fatores de melhora de saúde nestes casos é a fisioterapia, intervindo com exercícios de baixa intensidade, que ajudam a prevenir complicações clínicas e melhorando a saúde física.

. Separamos algumas dicas para prevenir a Insuficiência Cardíaca, confira a seguir: 1) Tenha uma dieta saudável e equilibrada. Evite uma dieta rica em gordura, que pode danificar o coração e as artérias. Em vez disso, opte por uma dieta rica em vegetais, legumes, frutas, grãos integrais e leguminosas. 2) Limite a ingestão de sal. Não devemos exceder 5 ou 6 gramas de sal por dia, o equivalente a uma colher de chá. Essa medida deve incluir o sal que os alimentos contêm ou o que é adicionado durante o processamento dos alimentos. 3) Não abuse do açúcar. Conforme a OMS, a quantidade máxima diária de açúcar é de 25 gramas, equivalendo a cerca de três sachês de açúcar. 4) Evite o álcool. Em uma situação normal, o consumo de álcool em pequenas quantidades — uma ou duas taças de vinho por dia, ou um copo de cerveja — pode não ser prejudicial ao coração. Entretanto, devido à sua cardiotoxicidade, o álcool não é aconselhável se você sofre de insuficiência cardíaca, ao poder enfraquecer seu coração e causar uma condição chamada cardiomiopatia dilatada alcoólica. 5) Diga adeus ao fumo. Lembre-se de que a probabilidade de doença cardíaca é proporcional ao número de cigarros que você fuma por dia e ao número de anos em que fuma. O número de cigarros que você fuma por dia e o número de anos em que fuma. O tabagismo é o fator de risco cardiovascular mais importante, já que a incidência de doença coronariana em fumantes é três vezes maior do que no restante da população.

6) Exercite-se moderadamente todos os dias. Caminhe, nade ou ande de bicicleta por cerca de 40 minutos. Você fortalecerá os músculos do coração e evitará o surgimento de patologias cardiovasculares.

7) Controle seu peso. Mantenha um peso corporal saudável e estável: você protegerá seu coração de possíveis doenças crônicas. Controle sua hipertensão. Verifique sua pressão arterial regularmente, pois ela é o fator de risco cardiovascular número um. Você deve evitar ter uma pressão arterial máxima ou sistólica acima de 140 e/ou uma pressão arterial mínima ou diastólica acima de 90.

9) Durma bem e tenha a quantidade certa de sono. Se você levar um estilo de vida saudável e dormir pelo menos sete horas por dia, reduzirá o risco de doenças cardiovasculares em até 65%, e em até de doença cardiovascular e até 83% do risco de morte por doença cardiovascular.

10) Consulte seu médico regularmente, principalmente ao sinal de qualquer sintoma. Ele realizará os exames e testes apropriados para descobrir a causa desses sintomas e verificará a presença de fatores de risco, como presença de fatores de risco, como pressão alta, colesterol ou diabete. . Consulte seu médico de família regularmente, ele pode entender por completo sua rotina, ajudando em prevenção e melhoria da sua saúde. Equipe de Saúde MedHealth

2 views0 comments
bottom of page